sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

PIOR DE TUDO



Autoria - Silvana Duboc

Pior que a dor da tristeza é a dor da decepção,

Pior que o vazio é perder o chão,

Pior que a dor da saudade é a dor da desilusão.

Pior que a inconformidade é a imensa dificuldade de se reconstruir.

Pior que ver tudo diluir é assistir tudo se partir.

Pior que a ausência é conviver com essa injusta carência.

Pior, ainda, é na seqüência aparentar um excelente estado e distribuir sorrisos falsificados.

Mas o pior de tudo mesmo é se entregar e depois ter que se resgatar.



A VIDA


Clarice Lispector

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.

Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.

Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.

Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.

Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.

Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.

Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.

Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.

Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.

Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.

Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.

Já tive crises de riso quando não podia.

Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.

Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.

Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.

Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.

Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.

Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.

Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.

Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".

Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.

Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.

Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.

Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.

Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.

Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!

Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!

Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.

Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!

Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.

Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.

Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:

- E daí? EU ADORO VOAR!

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

AS MULHERES SÃO VERDES...



(Silvia Schimdt)

Conversando com um velho homem, um jovem desabafou:

- Há tanto tempo venho querendo conhecer uma garota e hoje, conseguindo falar-lhe por telefone, fiquei decepcionado.
- Mas por quê? Indagou o velho homem.

- Eu lhe perguntei timidamente como ela era e ela, rindo, respondeu: sou verde.
- E por que a resposta o chocou?

- Ora, amigo, ela estava debochando de mim!

Ouvindo isso, o velho homem pôs-se a falar:
- Meu jovem, você não entendeu que ela estava se comparando a uma árvore.

- Árvore? Como assim?!?

- Menino, as mulheres são como as árvores:
- Elas fincam raízes no solo dos nossos corações;
- Têm paciência e capricho com o próprio crescimento;
- Seus braços são poderosos e, ao abraçá-las, nossos espíritos recebem renovadas energias;

- Elas amam e cuidam dos seus frutos, mesmo sabendo que um dia o mundo os levará para longe delas.
- Outras - aquelas que não dão frutos - oferecem sua sombra àqueles que necessitam de descanso;

- Quando açoitadas por fortes ventos da vida, elas emanam o perfume da força e da fé, acalmando-nos, por mais assustadora que seja a noite;
- Sua seiva são as lágrimas de dor ou de alegria quando em presença do machado ofensor ou do regador daqueles que as amam;

- Seus corações vão alto o suficiente para escutarem mais de perto os recados do céu;
- Elas reverdecem as florestas dos homens, as ruas das cidades, as avenidas, os acostamentos de estradas e as beiras de rios;

- Elas entendem o canto dos passarinhos e, mais do
que ninguém, elas valorizam e protegem seus ninhos;
- Suportam melhor a solidão e as vicissitudes que a Vida às vezes nos impõe;

- No mundo, elas nascem em maior número para que o verde da esperança jamais empalideça.
- Meu menino, todas as mulheres são árvores, todas as mulheres são verdes."

Ao final desse relato, refletiu o rapaz:
- Eu tenho um triste jardim no peito: nele está faltando uma árvore.

E correu para o telefone mais próximo...


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

O Valor das pequenas coisas






Roque Schneider

Aprenda a escutar a voz das coisas, dos fatos, e verás como tudo fala, como tudo se comunica contigo.

Em cada indelicadeza, assassino um pouco aqueles que me amam.

Em cada desatenção, não sou nem educado e nem cristão.

Em cada olhar de desprezo, alguém termina magoado.

Em cada gesto de impaciência, dou uma bofetada invisível nos que convivem comigo.

Em cada perdão que eu negue, vai um pedaço do meu egoísmo.

Em cada ressentimento, revelo meu amor-próprio ferido.

Em cada palavra áspera que digo, perdi alguns pontos no céu.

Em cada omissão que pratico, rasgo uma folha do evangelho.

Em cada esmola que eu nego, um pobre se afasta mais triste.

Em cada oração que não faço, eu peco.

Em cada juízo maldoso, meu lado mesquinho se aflora.

Em cada fofoca que faço, peco contra o silêncio.

Em cada pranto que enxugo, torno alguém mais feliz!

Em cada ato de fé, eu canto um hino à vida.

Em cada sorriso que espalho, planto alguma esperança.

Em cada espinho, que finco, machuco algum coração.

Em cada espinho que arranco, alguém beijará minha mão.

Em cada rosa que oferto, os anjos dizem: Amém!

Somos todos, anjos com uma asa só.

E só podemos voar quando "abraçados uns aos outros".




domingo, 24 de fevereiro de 2008

NAQUELE DIA TOMEI UM TOMBO...E APRENDI



José Azevedo Soares

E assim, naquele dia que parecia como outro qualquer, decidi que o meu maior triunfo seria sobre mim mesmo. E assim, naquele dia que parecia como outro qualquer, meu mundo tornou-se cinzento.

Aprendi que as quedas são estímulos para que aprendamos a levantar, com dignidade e com coragem. Aprendi que para olhar o mundo, é preciso estar no chão.Eu só o conhecia do alto da minha arrogância. Aprendi que nada nos acontece por acaso.
Sempre há um “para que”. Descobri que nunca tinha questionado se minhas ambições incluíam a ética.

Descobri as caras feias que eu estava vendo nada mais eram que meus reflexos em milhares de espelho. Naquele dia descobri que meus rivais e meus desafetos eram
apenas ameaças à minha insegurança. .

As sombras que me seguiam nada mais eram do que o reflexo negro da minha alma.
Descobri que carregava em mim um Ego muito maior que eu.

Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tenha sido.
Descobri que as minhas ambições eram fruto da minha enorme onipotência.

Aprendi também que de nada serve ser luz se não posso iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, deixei de ser um propagandista dos meus triunfos passados e passei a ser a minha luz do presente.

Naquele dia, deixei de ser o comercial do meu pseudo-conhecimento e passei a aprender um pouco mais. Aprendi também que de nada serve saber se não posso compartilhar e legar o conhecimento.

Que para multiplicar o pão de cada dia, é preciso dividí-lo. Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim continuar a subida. Aprendi que a vitória duradoura não vem de sopetão. Ela é conquistada por etapas. Eu subi rápido demais, alto demais! Vi que na luta pelos meus objetivos, o maior é lutar. E que são os caminhos sofridos que nos amadurecem e domam.

Aprendi que posso fazer qualquer coisa e arcar com a responsabilidade das quedas.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde, e me importar simplesmente com quem faz.

Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las. Decidi ver cada problema como uma oportunidade para aprender a achar soluções.

Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de recomeçar Decidi ver cada noite como um mistério a resolver. Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.

Aprendi que as palmeiras altas e eretas, nos dão uma lição de dignidade e postura, diante das intempéries da vida.Aprendi que o melhor triunfo que posso ter, é ter o direito de chamar alguém de "amigo".

Descobri que o amor é mais que um simples estado enamorado, "o amor é uma decisão de vida. Vi que não estava protegendo aqueles que eu amo. Quando o bem é precioso demais, todo zelo é pouco. E que eu não sou o bem mais precioso!

Aprendi que a compaixão não é sentimentalismo e sim humanidade. Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para fazer a realidade. Aprendi que a imagem do inatingível é o que nos aciona para que o busquemos. Tudo para mim foi atingível!

E desde aquele dia já não batalho para triunfar e sim para lutar no combate.
E desde aquele dia já não durmo para descansar simplesmente... durmo para sonhar!

E desde aquele dia já não vivo mais para ganhar e sim para viver.
Para cair...
Para levantar...
Para continuar...
Para chorar...
Para perdoar...
Para respeitar...
Para amar...

... Para aprender e para decidir sobre quem eu quero ser.



sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

EMMANUELLE LE FILM





Emmanuelle

Musique: Pierre Bachelet
Tradução: Ocenilda

Mélodie d'amour chantait le cœur d'Emmanuelle
(Melodia de amor cantava o coração de Emmanuelle)
Qui bat cœur à corps perdu
(Que bate num corpo perdido)
Mélodie d'amour chantait le corps d'Emmanuelle
(Melodia de amor cantava o corpo de Emmanuelle)
Qui vit corps à cœur déçu
(Que vive num corpo desiludido)

Tu es encore
(Tu és ainda)
Presque une enfant
(Quase uma criança)
Tu n'as connu
(Tu só conheceste)
Qu'un seul amant
(Um único amante)
Mais à vingt ans
(Mas com vinte anos)
Pour rester sage
(Para permanecer honesta)
L'amour étant
(O amor é uma)
Trop long voyage
(Viagem longa demais)

Mélodie d'amour chantait le cœur d'Emmanuelle
(Melodia de amor cantava o coração de Emmanuelle)
Qui bat cœur à corps perdu
(Que bate num corpo perdido)
Mélodie d'amour chantait le corps d'Emmanuelle
(Melodia de amor cantava o corpo de Emmanuelle)
Qui vit corps à cœur déçu
(Que vive num coração desiludido)

L'amour à cœur
(O amor do coração)
Tu l'as rêvé
(Tu o sonhastes)
L'amour à corps
(O amor do corpo)
Tu l'as trouvé
(Tu o encontraste)
Tu es en somme
(Em suma, tu és)
Devant les hommes
(Diante dos homens)

Comme un soupir
(Como um suspiro)
Sur leur désir
(Para o desejo deles)

Tu es si belle
(Tu és tão bela)
Emmanuelle
(Emmanuelle)
Cherche le cœur
(Procuras o coração)
Trouve les pleurs
(Encontras o choro)
Cherche toujours
(Procuras sempre)
Cherche plus loin
(Procuras cada vez mais longe)
Viendra l'amour
(O amor virá)
Sur ton chemin
(No teu caminho)

Mélodie d'amour chantait le cœur d'Emmanuelle
(Melodia de amor cantava o coração de Emmanuelle)
Qui bat cœur à corps perdu
(Que bate num corpo perdido)
Mélodie d'amour chantait le corps d'Emmanuelle
(Melodia de amor cantava o corpo de Emmanuelle)
Qui vit corps à cœur déçu
(Que vive num coração desiludido)

Colaboração:Ocenilda
Obrigada amiga eu te amoooooooooooo
Beijos do meu para o seu coração

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Endless Love - Lionel Richie & Diana Ross





Endless Love
(Amor sem fim)

My love
Meu amor,
There's only you in my life
Existe apenas você em minha vida,
The only thing that's right
A única coisa que é certa.

My first love
Meu primeiro amor,
You're every breath that I take
Você é todo suspiro que dou,
You're every step I make
Você é todo passo que dou.

And I
E eu,
I want to share
Eu quero compartilhar
All my love with you
Todo meu amor com você.
No one else will do
Nenhuma outra vai servir.
And your eyes
E seus olhos,
They tell me how much you care
Eles me dizem o quanto você se preocupa.
Oh, yes you will always be
Oh, sim, você sempre será
My endless love
Meu amor sem fim.

Two hearts
Dois corações,
Two hearts that beat as one
Dois corações que pulsam como um único.
Our lives had just begun
Nossas vidas apenas começaram.
Forever
Para sempre,
I'll hold you close in my arms
Eu te manterei junto de meus braços.
I can't resist your charms
Não consigo resistir aos seus encantos.
And love
E amor,
I'll be a fool for you
Serei um bobo por você,
I'm sure
Tenho certeza.
You know I don't mind
Você sabe que não me importo,
You know I don't mind
Você sabe que não me importo,

'Cause you
Pois você,
You mean the world to me
Você significa o mundo para mim.
Oh, I know
Oh, eu sei
I know I found in you
Eu sei que encontrei em você
My endless love
Meu amor sem fim.

And love
E amor,
I'll be a fool for you
Serei um bobo por você,
I'm sure
Tenho certeza.
You know I don't mind
Você sabe que não me importo,
You know I don't mind
Você sabe que não me importo,
And yes
E, sim
You'll be the only one
Você será a única,
'Cause no one can't deny
Pois ninguém pode negar
This love I have inside
Este amor que tenho aqui dentro
And I'll give it all to you
E vou dá-lo todo para você,
My love
Meu amor
My endless love...
Meu amor sem fim.

UM SOL DIFERENTE






Nessa manhã de hoje eu lhe desejo um Sol diferente, que apesar de todas as dificuldades, apesar de algumas tristezas que insistem, que mesmo com essa montanha erguida pela sua imaginação o sol possa ser seu presente mais doce de hoje.

Desejo ao seu coração o querer que ele quer, que nas palavras que ele sussurra dentro do seu peito, sejam escutadas aquelas que têm sabor de liberdade.
Que você esteja atento para o sopro da sua vontade real e jamais desista dos seus passos em direção à verdade.

Desejo que sua percepção acorde mais plena no calor de um sol novo e renovador, que ele lhe encoraje às atitudes que estão querendo respirar, aquelas que sempre são substituídas, aquelas que não se arrojam por ter os pesos de conceitos por demais antigos.

Desejo que você aceite seu tempo, seja ele qual for, que sinta serenidade na espera necessária para que a semente plantada brote no tempo certo.

Desejo então que sua flor seja inteira e mesmo que inicialmente pequena e frágil, ela lhe traga as luzes de uma estrada azul.

Que sua sabedoria esteja desperta, aguardando com tranqüilidade o desabrochar da sua flor. Em paz, em cadência ritmada com o aprendizado que vem chegando em mais suaves permissões a você, em muito mais reconhecimento da sua coragem.

Desejo a você um sol diferente, espalhando seu sorriso pela densidade das nuvens, simplificando o aspecto complicado de alguns momentos e mostrando-lhe a fonte essencial para sua sede.

Desejo que a cada instante você desnude mais seu coração e deixe que nele vibre em tom maior: o amor , o amor na sua expressão mais simples que não mede,não faz contas e que tem o poder de lhe erguer acima de todas as montanhas escuras.


Nat & Natalie Cole "Unforgettable"







Unforgettable (tradução)
Natalie Cole

INESQUECÍVEL

Inesquecível, isso é o que você é
Inesquecível, entretanto próximo ou longe
Como uma canção de amor que gruda em mim
Como o pensamento das coisas que você me faz
Nunca antes será alguém a mais
Inesquecível em todos os sentidos
E sempre (e sempre)
Isso é como você ficará (isso é como você ficará)
Isso é por que meu bem, é incrível
Que alguém tão inesquecível
Pense que eu também seja inesquecível.

Não, Nunca antes será alguém a mais
Ooh inesquecível (inesquecível)
Em todos os sentidos (em todos os sentidos)
E sempre (e sempre)
Isso é como você ficará (isso é como você ficará)
Isso é por que meu bem, é incrível
Que alguém tão inesquecível
Pense que eu também seja inesquecível.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Se alguém lhe perguntar quem sou





Autor: Lucky Ferreira

Se alguém lhe perguntar quem sou,

diga-lhe que sou poeta de mim mesma,

diga-lhe que vivo com os olhos nas estrelas

e que compreendo o significado do amor.

Se lhe perguntar onde estou,

diga-lhe que estou aqui e lá,

em cada poema, em cada objeto,

em cada palavra, diga-lhe que estou

com você real e presente.

Se lhe perguntar sobre o meu sorriso,

mostre-lhe o Sol

Se lhe perguntar onde está minha voz,

diga-lhe que ela é o murmúrio do vento.

Se lhe perguntar onde vivo,

mostre-lhe todo o infinito.

Se lhe pedir para desenhar meu rosto,

faça-o com traços sobre a água.

Se você conseguir convencer a esse alguém

que pergunta, provará que me conhece...

...mas se conseguir provar tudo isso a si

mesmo perceberá então que - sou parte de você!

Em estado de amor...



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Minha Idade



Eda Carneiro da Rocha

Queres saber minha idade?
Olha dentro dos meus olhos profundamente,
docemente!
Verás tudo o que imaginares!..
Não uma alma cansada,
não uma mulher madura,
não quem perdeu a esperança,
não quem a insônia não deixou dormir!

Antes, uma criança
que corre pelos prados
atrás das borboletas,
dos gamos e gazelas
de tudo que lhe dá vida!

Do cheiro do alecrim,
das flores esparsas
como um tapete de relva
que seus pezinhos palmilham...

Antes, alegria rejuvenescida,
vontade de viver, jovem como é!..
Nunca me perguntes minha idade!
Não a tenho!
Podes me dar à que quiseres.
Não me importo não!..
Se esse corpo de hoje está diferente,
a alma , essa, nunca mudou e nem mudará!
Não é uma alma atribulada,
plena de dor e desamor!
É uma alma cheia de encantamentos,
para te dar muito amor
que só conhecem os que amam,
os que ainda correm atrás de seus sonhos,
atrás dos beija-flores,
do canto das cigarras,
do sol que já desponta,
e da tarde que se vai.

Tudo isso é a minha idade,
junto a todo o amor que sinto
por mim e por ti.
Sim, porque preciso me amar também.
Dar-me um pouco de calor,
para aquecer esse
meu abraço que é só teu e meu.
Se quiseres ,ainda, saber a minha idade,
olha, dentro dos meus olhos e lá verás
a Idade do Amor!..



Tão somente uma mulher





(sem mençaõ do autor)

Posso ser quem quiser
uma deusa, uma princesa
ou tão somente uma mulher
posso contar meus dramas
minhas dores e meus amores sem fim
posso sussurrar no vento minha tristeza
mas tambem minhas alegrias
posso contar as estrelas
numa noite de lua cheia
e rir do barulho do vento e do mar
posso amar e amar com intensidade
sem pensar se sofrerei ou não
enfim...tudo me é permitido
viver, sofrer, lutar e quase morrer
tenho opções
a vida me dá as opções de que
disponho pra ser quem sou
tão somente uma mulher.

Beijokas carinhosas no core


domingo, 17 de fevereiro de 2008

Irretocável




Silvana Duboc

Tenho cabelos claros, pintados,
para esconder os fios brancos.

Não me recordo exatamente em que ano
eles começaram a branquear...

Tenho algumas rugas em volta dos olhos,
mas também não me recordo
quando elas começaram a aparecer.

Tento disfarçá-las, são tantas
novidades no campo da dermatologia,
achei por bem aproveitá-las.

Do corpo, quase não cuido , só recentemente entrei
para uma academia por ordem médica.

Ele me disse que na minha idade preciso de exercícios...
Mas falto mais do que vou, não gosto de fazer ginástica.

Das minhas unhas cuido semanalmente,
penso que elas são um cartão de visita.
Unhas maltratadas causam uma péssima impressão!

De uns dez anos pra cá descobri os cremes
e aí compro um aqui, outro ali e no final nã
uso nenhum, mas compro, só de olhá-los na prateleira
já percebo que as rugas se retraem.

Sou assim, vaidosa, mas não em excesso,
penso que sou na medida certa,
na medida correta para uma mulher.

Enfim, os anos passam e as marcas
que eles deixam em nós, não temos
como conter. Nem pretendo isso!

Acredito que cada marca, que meu corpo carrega,
tem uma linda história.

Às vezes na frente do espelho ao descobrir uma
nova ruguinha fico pensando o que a causou.

Depois reencontro com outra que já está vincada há anos
e me recordo quando ela apareceu.

Poderia enumerar também a história
de cada fio de cabelo branco.

Foram filhos, amores, marido, amigos que colocaram eles ali.

Não quero me desfazer de nenhuma dessas marcas,
apenas amenizá-las, acho que mereço isso.
A vida me deve isso.

Atualmente a parte que merece
mais a minha atenção, é a cabeça.

Tento, todos os dias, colocá-la no lugar,
equilibrá-la, alimentá-la com sonhos e alegrias.

Corpo e mente caminham juntos.
Se um estiver em estado lastimável ,
o outro provavelmente vai se deteriorar.

Não escondo minha idade.
Não adiantaria falar que tenho trinta e cinco
e apresentar um filho de trinta.
Portanto eu confesso:
tenho sessenta e um anos.
Metade deles bem vividos,
a outra metade muito sofridos.

Mas é exatamente aí que está
o encanto da minha idade.
Conheci de tudo um pouco, das lágrimas aos sorrisos
e ambos me fizeram ser essa pessoa que sou hoje.

Ficaram as rugas no rosto e na alma,
mas também ficaram sorrisos em ambos.

Minhas rugas mais bonitas
são aquelas marcas de expressão
que eu adquiri por tanto sorrir,
muitas vezes, quando o coração chorava.

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Have you ever really loved a woman-Bryan Adams



HAVE YOU EVER LOVED A WOMAN?
Bryan Adams

TO REALLY LOVE A WOMAN
Para verdadeiramente amar uma mulher
TO UNDERSTAND HER
Para compreendê-la
YOU GOTTA KNOW HER DEEP INSIDE
Você deve conhecê-la profundamente
HEAR EVERY THOUGHT
Ouvir cada pensamento
SEE EVERY DREAM
Enxergar cada sonho
AND GIVE HER WINGS WHEN SHE WANTS TO FLY
E lhe dar asas quando ela deseja voar
AND WHEN YOU FIND YOURSELF
E quando você se descobrir
LYING HELPLESS IN HER ARMS
Deitado desamparado nos braços dela
YOU?LL KNOW YOU REALLY LOVE A WOMAN
Você saberá que você realmente ama uma mulher

WHEN YOU LOVE A WOMAN
Quando você ama uma mulher
YOU TELL HER THAT SHE?S REALLY WANTED
Você lhe diz que ela é verdadeiramente desejada
YOU LOVE A WOMAN
Você ama uma mulher
YOU TELL HER THAT SHE?S THE ONE
Você diz a ela, que ela é a única

SHE NEEDS SOMEBODY
Ela precisa de alguém
TO TELL HER THAT IT?S GONNA LAST FOREVER
Para lhe dizer que vai durar para sempre
SO TELL ME HAVE YOU EVER REALLY
Então, diga-me: você alguma vez realmente
REALLY, REALLY EVER LOVED A WOMAN?
Verdadeiramente, verdadeiramente amou uma mulher?

TO REALLY LOVE A WOMAN
Para, de verdade, amar uma mulher
LET HER HOLD YOU
Permita que ela te abrace
DO YOU KNOW HOW SHE NEEDS TO BE TOUCHED?
Você sabe como ela precisa ser tocada?
YOU GOTTA BREATH HER
Você tem que respirá-la
REALLY TASTE HER
Verdadeiramente sentir o gosto dela
TO YOU CAN FEEL HER IN YOUR BLOOD
Para você poder sentí-la correr em suas veias
WHEN YOU CAN SEE YOUR UNBORN CHILDREN IN HER EYES
Quando você puder ver seu futuro filho nos olhos dela
YOU?LL KNOW YOU REALLY LOVE A WOMAN
Você saberá realmente que você ama uma mulher

WHEN YOU LOVE A WOMAN
Quando você ama uma mulher
YOU TELL HER THAT SHE?S REALLY WANTED
Você lhe diz que ela é verdadeiramente desejada
YOU LOVE A WOMAN
Você ama uma mulher
YOU TELL HER THAT SHE?S THE ONE
Você diz a ela, que ela é a única

SHE NEEDS SOMEBODY
Ela precisa de alguém
TO TELL HER THAT YOU?LL ALWAYS BE TOGETHER
Para lhe dizer que você sempre ficará junto dela
SO TELL ME HAVE YOU EVER REALLY
Então, diga-me: você alguma vez realmente
REALLY, REALLY EVER LOVED A WOMAN?
Verdadeiramente, verdaderamente amou uma mulher?

YOU GOT TO GIVE HER SOME FAITH
Você tem que dar a ela alguma confiança
HOLD HER TIGH
Abraçá-la bem forte
A LITTLE TENDERNESS
Um pouco de ternura
YOU GOTTA TREAT HER RIGHT
Você tem que tratá-la direito
SHE?LL BE THERE FOR YOU
Que ela ficará aí por você
TAKING GOOD CARE OF YOU
Tomando conta de você com carinho
YOU REALLY GOTTA LOVE YOUR WOMAN, YEAH
Você realmente ama a sua mulher,

AND WHEN YOU FIND YOURSELF
E quando você se descobrir
LYING HELPLESS IN HER ARMS
Deitado desamparado nos braçõs
YOU?LL KNOW YOU REALLY LOVE A WOMAN
Você descobrirá que realmente ama uma mulher

WHEN YOU LOVE A WOMAN
Quando você ama uma mulher
YOU TELL HER THAT SHE?S REALLY WANTED
Você lhe diz que ela é verdadeiramente desejada
YOU LOVE A WOMAN
Você ama uma mulher
YOU TELL HER THAT SHE?S THE ONE
Você diz a ela, que ela é a única

SHE NEEDS SOMEBODY
Ela precisa de alguém
TO TELL HER THAT IT?S GONNA LAST FOREVER
Para lhe dizer que vai durar para sempre
SO TELL ME HAVE YOU EVER REALLY
Então, diga-me: você alguma vez realmente
REALLY, REALLY EVER LOVED A WOMAN?
Verdadeiramente, verdadeiramente amou uma mulher?

JUST TELL ME HAVE YOU EVER REALLY
Então, diga-me: você alguma vez realmente
REALLY, REALLY EVER LOVED A WOMAN?
Verdadeiramente, verdaderamente amou uma mulher?
JUST TELL ME HAVE YOU EVER REALLY
Então, diga-me: você alguma vez realmente
REALLY, REALLY EVER LOVED A WOMAN?
Verdadeiramente, verdaderamente amou uma mulher?

A arte de gostar de uma mulher!





Luis Fernando Veríssimo

Ainda nos meus tempos de graduação em jornalismo na Uerj, fui assistir a uma palestra do fotógrafo André Arruda, que foi do JB, Globo e trabalhava, entre outras coisas, com moda.
Em determinado momento da palestra ele relatava a sua experiência em fotografar nu artístico e soltou a seguinte frase: para fotografar nu feminino é preciso gostar de mulher. Eu sorri, porque na minha cabeça aquilo parecia meio óbvio, mas antes que qualquer um fizesse algum comentário ele completou: Não se trata de gostar de mulher no sentido sexual, ter tesão por mulher nua, essas coisas. Isso pode ter também. Mas se trata de gostar de mulher em um sentido mais profundo.Gostar do universo feminino. Observar que cada calcinha é única, tem uma rendinha diferente e ficar entretido com isso - afirmou. O fato é que eu concordo com o conceito do Arruda sobre gostar de mulher. Não basta ser heterossexual, o machão latino. 

Para gostar de verdade de uma mulher são necessários outros requisitos que são raros.Por isso a mulherada anda tão insatisfeita. Sensibilidade é fundamental. Paciência também. 

O homem que não tem paciência para escutar a necessidade que a mulher tem de falar, ou sensibilidade para cativá-la a cada dia não gosta de mulher. Pode gostar de sexo com mulher. O que é bem diferente. 

Gostar de mulher é algo além, é penetrar em seu universo, se deliciar com o modo com que ela conta todo o seu dia, minuto por minuto, quando chega do trabalho. Ficar admirando seu corpo, ser um verdadeiro devoto do corpo feminino, as curvas, o cabelo, seios.

Mas também cultuar a sagacidade feminina, sua intuição, admirar seu sorriso que é muito mais espontâneo que o nosso. Gostar de mulher é querer fazer a mulher feliz.

Levar flores no trabalho sem nenhum motivo a não ser o de ver seu sorriso. É escutar pacientemente todas as queixas da chefa rabugenta, que provavelmente é assim porque seu homem não gosta de mulher. O homem que gosta de mulher não está preocupado em quantas mulheres ele comeu durante a vida, mas sim com a qualidade do sexo que teve.

Quantas mulheres ele realizou sexualmente, fazendo-as se sentirem desejadas, amadas, únicas, deusas, na cama e na vida.

O homem que gosta de mulher não transa com mulher. Ele penetra não só no corpo mas na alma, respirando, sentindo, amando cada pedacinho do corpo, e, é claro, da personalidade.

"Para viver um grande amor é necessário ser de sua dama por inteiro", afirmou Vinícius de Moraes no poema; Para viver um grande amor. Para amar verdadeiramente uma mulher o homem deve ser totalmente fiel, traí- la, jamais. Amá-la até a raiz dos cabelos. Admirá-la, se deixar apaixonar todo dia pelo seu sorriso ao despertar e principalmente conquistá-la, seduzi-la, como se fosse a primeira vez.

O homem que não tem paciência, nem tesão, nem competência para lhe seduzir várias e várias vezes, esse, minha amiga, não se iluda, não gosta nem um pouco de mulher. Conquistar o corpo e a alma de uma mulher é algo tão gratificante que tem que ser tentado várias vezes. Só que alguns homens, os que não gostam de mulher, querem conquistar várias mulheres.

Os que gostam de mulher é que conquistam várias vezes a mesma mulher.
E isso nos gratifica, nos fortalece e nos dá uma nova dimensão.
A dimensão da poesia, do amor e em última instância do impenetrável universo feminino.

Mas atenção amigos que gostam de mulher: gostar de mulher e penetrar em seu universo não é torná-las cativas e si libertá-las, admirá-las em sua insuperável liberdade.

Uma das músicas com que mais me identifico é uma em inglês - por incrível que pareça, para um nacionalista e anti-imperialista convicto. É a Have you really loved a woman.. É do cantor Bryan Adams.
A música foi tema do filme Don Juan de Marco, e em uma tradução livre quer dizer "você já amou realmente uma mulher?".

Em toda a música o cantor fala sobre a necessidade de se conhecer os pensamentos femininos, sonhos, dá-la apoio, para amar realmente uma mulher. Essa música é perfeita.

Como se vê, gostar de transar com mulher é fácil.
Agora gostar de mulher é dificílimo.
Precisa ser macho de verdade para isso.
Quem se habilita?


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Esta saudade és tu




Carlos Lopes

Esta minha saudade és tu…
Esta minha saudade de ti,
Do teu sorriso, do teu corpo
da minha visão vaga, do teu abdómen
No meu anseio imprudente, ver tuas mãos
Em deslizes desordenados pelo teu corpo
Esta saudade és tu
Do teu sorriso,
Da tua boca, cerrada em movimento de desejo
É da tua voz revestida em silênciodas
tuas palavras, mesmo curtas…
São longas dentro de mim
Esta saudade és tu
Do teu corpo,
feito de pimenta e chocolate das tuas carícias,
mesmo distantes
deixando minha mente, em perversos sonhos.
Esta saudade és tu...
É a carência de sentir
cada momento outra vez, da loucura
Esta minha saudade...
és tu

Tempo de saudades



Carlos Lopes

Deitado no chão do quarto,
Ouço apenas o silêncio,
E penso em ti
Como penso em ti,
Imagens nítidas tuas na minha mente
Um fechar de olhos numa noite fria -
Recordações breves,
Um baú cheio de desejos da tua pessoa,
Tempo de saudades

Às vezes penso em ti
Numa praia, andando sem rumo
Ouvindo a canção do mar
Às vezes penso em ti
Deitada na minha cama
Ouvindo a canção do nosso amor
No momento que os ponteiros do relógio param.

Com estes momentos
O nosso tempo nunca será perdido
Se o relógio parar
Estarei esperando
Tempo de saudades

Depois tua imagem some
A escuridão começa a ficar cinza
Observando pela janela
Tento ver ver outra vez a tua imagem
Na sombra de um candeeiro
Segredos roubados de um fundo
Que é o tempo de saudades


Si el amor



Juan(JCgj.)

si el amor fuera/
otra cosa/ no sería
o si fuera otro/
no sería el mismo/
o si fuera parecido/
acontecería una historia/
distinta/

si el amor fuera/
como es/
y no como lo sueño/
ni como lo imagino/
ni como lo invento/
ni como lo interpreto/
ni como lo pienso/

tal vez sólo sería amor
y nada más que amor/
aunque eso sea imposible

Vértigo



(vértigo)

llegamos solos a este mundo/
y en horas cruciales/
con bienes y males/
nos toca solos afrontar el mundo/

y desde nuestra pasmosa mismidad/
nos permitimos en otras personas
vulnerar secretas zonas
y espantar tenaz soledad


Do meu amigo Juan(JCgj.)

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

MEUS SECRETOS AMIGOS


Paulo Sant'Ana

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta
necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor,
eis que permite que o objeto dela se divida em
outros
afetos, enquanto o amor tem intrínseco
o ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor,
que tivessem morrido todos os meus amores,
mas enlouqueceria se morressem todos
os meus amigos!


Até mesmo aqueles que não percebem o
quanto são meus amigos e o quanto minha
vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber
que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em
frente pela vida. Mas, porque não os procuro
com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto
gosto deles.

Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem
que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro,
embora não declare e não os procure.

E às vezes, quando os procuro, noto que
eles não
tem noção de como me são necessários,
de como são indispensáveis ao meu equilíbrio
vital, porque eles
fazem parte do mundo
ue eu, tremulamente,
construí e se
tornaram alicerces do meu encanto pela vida.


Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo!
Por isso é que, sem que eles saibam,
eu rezo pela vida deles.

E me envergonho, porque essa minha prece
é, em síntese, dirigida ao meu bem estar.

Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos
sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares
maravilhosos, cai-me alguma lágrima
por não estarem junto de mim,

compartilhando daquele prazer...

Se alguma coisa me consome e me envelhece
é que a roda furiosa da vida não me permite ter
sempre ao meu lado, morando comigo,
andando comigo, falando comigo, vivendo
comigo, todos os meus amigos, e, principalmente
os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber
que são meus amigos!


terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Hoje






(Rose Mori)

Sabe hoje?

Eu precisava que você me amasse,

mas me amasse de verdade,

de todas as formas

de todos os meios...


Que me amasse por dentro

e por fora, do avesso e do direito


Hoje,

eu precisava que você

me acariciasse a alma

afagasse meu coração

e mimasse meus sentimentos


Precisava que você

me aninhasse em seus braços

me dissesse palavras de amor

que nada têm a ver

com a dor que chega de repente

e toma conta de tudo...


Por favor,

não fique encabulado!


É apenas mais um poema

nascido deste coração solitário

dentro da madrugada vazia.


E se lhe digo todas estas coisas,

é porque sei que só você entende

as controvérsias que vivem em mim.


Mas, falando sério mesmo,

com tudo o que há de errado,

com tudo que na verdade não existe,

hoje eu estava precisando mesmo

que você me amasse

como jamais amou alguém.