sábado, 10 de maio de 2008

UM OCEANO DE SAUDADE



Carmen Dávila

Hoje a saudade acordou primeiro que eu...
Sentei-me na cama e ela estava molhada,molhada e suada da lembrança de ti...

Nos olhos trazia a ausência,ausência do teu amor...

Lentamente, suavemente debrucei-me na janela,o brilho dos teus olhos morenos deram
bom dia a mim...

O sorriso menino, o sorriso divino de quem ama com paixão,apareceu nos meus lábios vermelhos, vermelhos de carmim...

Fui correndo para a praia, o mar estava revolto, bravio, como que dizendo: amor, meu grande amor eu estou aqui...

Oceano imenso de alegrias e paixões, saudades e grande coração,menino tão amigo em que eu depositei a minha paixão...

Mansamente as tuas águas salgadas e mornas,banharam meu corpo com o delírio dos mortais,mergulhei enamorada...

Por horas fiquei nos teus braços,por horas novamente te amei...

Oceano de saudade, de alegrias, de paixões,de pedaços de ilusões...

Sempre tenho uma saudade da saudade que é te amar...
TE AMO...


Um comentário:

alessandra disse...

Oi amiga... tudo bem ? Sua poesia é maravilhosa... triste, mas ainda sim linda. Do "Oceano de Saudade... " para "Marina Menina...". aleksandyy@hotmail.com