domingo, 26 de abril de 2009

Queria que você saísse dos meus sonhos




Rosalva Rela

Queria que você saísse dos meus sonhos,

Dos sonhos onde te imagino... e estivesse aqui.

Queria que visse em meus olhos, em meus gestos

O que com palavras não consigo traduzir.


Queria que você saísse dos meus sonhos

Onde nada falamos, mas dizemos tudo...

Não nos tocamos...

Apenas nos olhamos...

Olhamo-nos nos olhos

E os meus te dizem o que não sei dizer...


Queria que você saísse dos meus sonhos

E na transparências de meus gestos mudos

Visse a verdade das coisas que não digo...

Por não conseguir encontrar palavras...


Queria que você saísse dos meus sonhos

Para de mãos dadas caminhar comigo...

Já não temos tanto tempo...

Olha... a vida está passando...

Vem...


Queria que você saísse dos meus sonhos

Para vir comigo, olhar a luz da Lua,

E comigo se aquecer quando houver Sol...

Vem...


Queria que você saísse do meu sonho

E me desse, quem sabe,

A última chance de ser feliz!!!




Andrea Bocelli - Cuando Me Enamoro







sexta-feira, 17 de abril de 2009

A razão porque doi tanto...




A razão porque doi tanto...

" A razão por que dói tanto separarmo-nos é
porque as nossas almas estão ligadas.

Talvez sempre tenham estado e sempre o fiquem.
Talvez tenhamos vivido milhares de vidas antes
desta, e em cada uma nos tenhamos reencontrado.

E talvez que em cada uma tenhamos sido
separados pelos mesmos motivos.

Isto significa que esta despedida é, ao mesmo
tempo, um adeus pelos ultimos dez mil anos
e um prelúdio ao que virá.


Quando olho para ti vejo a tua beleza e graça,
e sei que cresceram mais fortes em cada
vida que viveste.

E sei que gastei todas as vidas antes desta
à tua procura.

Não de alguem como tu, mas de ti,
porque a tua alma e a minha têm que
andar sempre juntas.
E assim, por uma razão que nenhum
de nós entende, fomos obrigados a dizer
adeus um ao outro.

Adoraria dizer-te que tudo correrá bem
para nós, e prometo fazer tudo o que puder
para garantir que assim será.
Mas se nunca nos voltarmos a encontrar e
isto for verdadeiramente um adeus,
sei que nos veremos ainda noutra vida.

Iremos encontrar-nos de novo, e talvez
as estrelas tenham mudado, e nós não
apenas nos amemos nesse tempo,
mas por todos os tempos que tivemos antes."


(Diário de uma paixão)

Nicholas Sparks



sábado, 11 de abril de 2009

sexta-feira, 10 de abril de 2009